Stress

O stress é uma reação natural de nosso organismo frente a estímulos.

Existem dois tipos de stress: eustress e distress.

Eustress

É o bom stress, aquele que motiva as pessoas e ativa o sistema, colaborando para a saúde.

stress
O eustress prepara o corpo para um novo desafio e faz nosso coração bater mais forte.

 

A palavra “desafio” aqui não é usada por acaso.

Ela tem um significado diferente de “problema” ou “adversidade”, e isso faz a diferença nas alterações causadas pelo stress em nosso corpo. Clique aqui para saber mais sobre o bom stress.

Distress

É o stress que se torna difícil de suportar, a tensão aumenta e as resposta fisiológicas são prejudiciais à saúde geral do sistema.

stress
O distress é prejudicial à saúde, e pode inclusive levar à morte.

 

Ele é responsável por desencadear a liberação de hormônios que contribuem, no longo prazo, para doenças como obesidade, anorexia, cardiopatias, distúrbios do sono, acidentes vasculares cerebrais e outras.

Altas intensidades e longo períodos de exposição a estímulos estressores podem levar à síndrome de burnout.

O distress é um processo que nos atinge enquanto humanos, portanto apresenta sinais e sintomas cognitivos, físicos, emocionais e comportamentais.

Abaixo listamos apenas alguns sintomas do distress:

Físicos:

  • Dores
  • Diarreia ou constipação
  • Arritmia cardíaca
  • Calafrios
  • Náusea ou tonturas

Cognitivos:

  • Problemas de memória
  • Ansiedade
  • Preocupações constantes
  • Pessimismo
  • Inabilidade de concentrar

Comportamentais:

  • Não conseguir se alimentar diretamente
  • Desordens do sono (dormir demais ou de menos)
  • Chistes
  • Procrastinação
  • Usar drogas, bebida, cigarro, entre outros para relaxar

Emocionais:

  • Variação de humor
  • Irritabilidade
  • Agitação, inabilidade para relaxar
  • Depressão ou infelicidade generalizada
  • Sensação de solidão ou isolamento
  • Sentimento de estar sobrecarregado.

É importante lembrar que cada pessoa vivencia o stress de maneira diferente e têm níveis diferentes de tolerância a ele.

Diversas medidas podem ser tomadas para colaborar com a expansão da tolerância ao stress.

A psicoterapia trabalha aspectos essenciais para a habilidade de lidar com o stress, como a qualidade das relações do dia-a-dia, a rede de suporte e o desenvolvimento de inteligência emocional, entre outros.

Quer saber mais sobre o stress e como a psicoterapia pode ajudar a aliviar o stress ruim?

Fale conosco por mensagem ou agende uma conversa pessoal com um psicólogo.

Clique aqui para entrar em contato.

 

Êxtase

Estar em êxtase é se encontrar transportado para fora de si e do mundo sensível. Este estado pode ser gerado por uma exaltação …

neuroplasticidade

Neuroplasticidade

A ideia de colocar nossa intenção em algo e fazer afirmações diárias convergem para a noção de que se temos certeza …

epigenetica

Epigenética

Herdamos traços de nossas famílias de diferentes formas, não apenas na codificação genética. Uma afinidade por música …